2.17.94.1, 2019-07-05 00:05:51
Mulher a carregar o seu automóvel elétrico

Como faço o carregamento?

Como faço o carregamento?

A mobilidade elétrica vai ter um impacto na forma como abastecemos os nossos automóveis. Afinal, não tens de conduzir o teu automóvel elétrico até à estação de serviço. Em vez disso, podes carregar a bateria do teu automóvel elétrico em quase todo o lado: em casa numa tomada doméstica/tomada Schuko, numa wallbox, num posto de carregamento público ou em postos de carregamento rápido. Depois de experimentares, vais ver que é quase tão fácil como carregar o teu smartphone.

Automóvel elétrico a ser carregado na wallbox em casa.

O que deves saber sobre o hardware para o teu automóvel elétrico.

Ficha introduzida. Energia garantida.

Para os carregamentos em casa, tens ao teu dispor uma tomada de carregamento de elevada potência que se instala na parede: a wallbox. Esta é um opcional, que atualmente permite efetuar carregamentos com uma potência máxima até 11 kW. Se carregares o teu automóvel elétrico numa wallbox, opcional, basta ligares o cabo de alimentação à tomada do automóvel e dá-se início ao carregamento. É igualmente fácil carregar em postos de carregamento que, por exemplo, a tua empresa te possa disponibilizar. Geralmente têm um cabo de carregamento já instalado. Se um posto de carregamento público não tiver um cabo fixo, podes simplesmente utilizar o cabo de alimentação que foi fornecido com o teu automóvel e que deverás trazer sempre contigo no porta-bagagens.

Existem dois tipos de carregamento.

Carregamento AC 
Podemos distinguir entre dois tipos de carregamento. Nos carregamentos CA, o retificador integrado no automóvel converte a eletricidade da rede pública, de corrente alternada, para a corrente contínua necessária. 

Carregamento CC
No segundo modo de carregamento, o carregamento CC, a corrente alternada é convertida em corrente contínua antes de chegar ao automóvel, como acontece, por exemplo nos postos de carregamento. A vantagem deste método é que permite uma maior potência de carregamento, por exemplo, na autoestrada, e consequentemente reduz o tempo de carregamento.

Existem dois tipos de fichas.

Ligar a ficha, carregar, destrancar, desligar a ficha. O processo de carregamento do teu automóvel elétrico é muito simples. Ao longo dos últimos anos, estabeleceram-se na Europa dois tipos de fichas padrão:

  • Fichas Mennekes

    A ficha "Mennekes" (tipo 2) é utilizada para carregamentos lentos e está em conformidade com a norma europeia para carregamentos CA. A maioria dos postos de carregamento públicos estão equipados com pelo menos uma tomada de tipo 2.

    Carregamento para MEB com 7 a 11 kW. Se tiveres uma wallbox em casa, com 11 kW de potência, podes carregar o teu automóvel na totalidade, todas as noites. Deves também ser capaz de carregar no teu local de trabalho a energia necessária para as tuas necessidades diária.

  • Ficha Combo 2

    Na Europa, o sistema de carregamento mais frequentemente utilizado para carregamentos rápidos é o CCS (Combined Charging System). A ficha de carregamento correspondente fornece contactos adicionais para carregamentos rápidos CC. Com o tipo de ficha "Combo 2", podes carregar em todos os postos de carregamento públicos com uma potência de carga CC superior a 22 kW.

A bateria é carregada a grande velocidade.

Da tomada ao posto de carregamento rápido:

Regra geral, quanto maior for a potência de carga, mais rápido é o processo de carregamento. Porém, a duração do carregamento pode variar consideravelmente, dependendo da carga existente na bateria. O processo de carregamento também é influenciado por fatores externos, como a temperatura ambiente e a temperatura da bateria do automóvel. Se carregares, por exemplo, o teu ID.1 numa tomada doméstica/Schuko a 2,3 kWh durante a noite, cobres sem dificuldade as tuas necessidades diárias. É mais rápido utilizar uma wallbox ou um posto de carregamento CA.

O método mais rápido são os postos de carregamento de alta potência (HPC - High Power Charging) com uma potência de carregamento superior a 100 kW. Regra geral, recomendamos que evites carregar o teu automóvel elétrico, na totalidade, todos os dias. Assim proteges a bateria2.

1. As imagens apresentadas correspondem a um concept car. Não correspondem ao modelo final que será comercializado.
2. O tempo necessário para a bateria carregar na totalidade, tanto com carregamento CA (monofásico ou trifásico) como com carregamento CC (atualmente de 50 kW até mais de 100 kW), depende da potência da infraestrutura de carregamento e acima de tudo do estado de carga da tua bateria e da temperatura exterior. Para otimizar a longevidade da bateria, recomendamos que não seja carregada sempre na totalidade.

*O tempo necessário para a bateria carregar na totalidade, tanto com carregamento CA (monofásico ou trifásico) como com carregamento CC (atualmente de 50kW até mais de 100 kW), depende da potência da infraestrutura de carregamento e acima de tudo do estado de carga da tua bateria e da temperatura exterior. Para otimizar a longevidade da bateria, recomendamos que não a carregues sempre na totalidade.

Também poderás gostar de: