Electric vehicles in the workshop
1
Electric vehicles in the workshop
1
Electric vehicles in the workshop
1
Electric vehicles in the workshop
1
E-Mobilidade

Automóveis elétricos na oficina. Para nunca mais mudar o óleo.

E-Mobilidade

Automóveis elétricos na oficina. Para nunca mais mudar o óleo.

A manutenção e os cuidados a ter com os automóveis elétricos são diferentes dos motores clássicos de combustão. Estes não têm velas, nem escape, nem caixa de velocidades. Assim poupa-se tempo e dinheiro. No entanto, a manutenção regular do automóvel é, evidentemente, importante.  

Aqui, vais ficar a saber:

  • Por que razão os automóveis elétricos vão raramente à oficina.
  • De que forma a manutenção dos automóveis elétricos difere da dos automóveis a gasolina e Diesel.
  • O que podes fazer para reduzir o desgaste dos componentes.
  • O que deves ter em conta ao escolheres uma oficina.

Muitas peças dos motores convencionais são simplesmente desnecessárias nos automóveis elétricos, devido às diferenças entre os sistemas de transmissão. Estas incluem componentes do motor tais como, filtros de ar, de combustível e de óleo, arrefecimento do motor ou velas, e também peças de desgaste, tais como, sistemas de escape ou embraiagens. Os automóveis elétricos utilizam motores síncronos trifásicos, que não têm peças de contacto por fricção e, por isso, praticamente não necessitam de qualquer tipo de manutenção. Além disso, os automóveis elétricos dispensam também a caixa de velocidades. Em resumo: menos componentes significam também menores custos de manutenção.

Menos componentes, menos manutenção

Os componentes que devem ser alvo de manutenção periódica regular incluem, por exemplo, os travões. No entanto, estes sofrem menor desgaste num automóvel elétrico, pelo que necessitam de ser substituídos com menor frequência. Isto deve-se, entre outras aspetos, à recuperação. A recuperação permite que a energia cinética gerada numa travagem seja convertida em energia elétrica e assim recuperada. A recuperação atua também como travão-motor, o que significa que o sistema de travagem é poupado e não se desgasta tão rapidamente como aconteceria com um motor de combustão. A direção, o sistema de ar condicionado, as jantes e os pneus também devem ser verificados. Em última análise, a manutenção deve ser efetuada em intervalos semelhantes aos de um automóvel com motor de combustão.  

Enquanto, por um lado, alguns componentes típicos do motor de combustão são dispensados, por outro, os elementos especiais de um automóvel elétrico são acrescentados à lista de manutenção. Um desses componentes é a bateria, à qual é feita uma inspeção visual. No âmbito da manutenção geral, a ligação de carregamento e as ligações dos cabos , bem como o estado da bateria, são cuidadosamente examinados. 

Manutenção de um automóvel elétrico
1

Mantém a bateria debaixo de olho

A maioria dos automóveis elétricos está equipada com baterias de iões de lítio. Quem pretende assegurar a longevidade da sua bateria, não deve deixar o seu automóvel com um nível de carga inferior a 20%, durante muito tempo. Tal como acontece com os smartphones, que também são alimentados por baterias de iões de lítio, nos automóveis elétricos, a forma como a bateria é carregada também contribui para um aumento da sua vida útil. O carregamento com corrente alternada, em tomadas domésticas, por exemplo, é preferível ao carregamento com corrente contínua num ponto de carregamento rápido. Como a bateria é a peça de reposição mais cara do automóvel, vale sempre a pena dedicar uma atenção redobrada à sua manutenção. 

E, os proprietários de automóveis com motores elétricos devem também estar atentos a outro componente de desgaste - os pneus. Os automóveis elétricos têm um binário de arranque muito superior ao da maioria dos outros automóveis. Se o binário elevado for utilizado regularmente, vai ter consequências ao nível do desgaste dos pneus. Um arranque moderado compensa. Os requisitos especiais dos automóveis elétricos devem ser tidos em conta na compra e manutenção dos pneus.

Custos de manutenção 35% inferiores aos dos motores de combustão 

Embora os automóveis elétricos necessitem de uma manutenção regular, como automóveis convencionais com motores a combustão, os custos de manutenção e reparação dos automóveis elétricos são cerca de 35% mais baixos do que os de um automóvel comparável com motor de combustão, conforme determinou o "Institut für Automobilwirtschaft" (IFA) (Instituto para a Indústria Automóvel) na Alemanha. Um estudo recente realizado em conjunto pelo "Institut für Automobilwirtschaft" e a "DEKRA" estima que, até 2020, os custos totais de um automóvel elétrico, incluindo o valor de compra, a eletricidade, a manutenção regular e a reparação, serão 3,2% inferiores aos de um automóvel com motor de combustão, sem incluir prémios ambientais ou a possibilidade de carregamentos gratuitos. 

Quem levar o seu automóvel elétrico à manutenção pode, em princípio, recorrer a qualquer oficina que efetue inspeções de acordo com as especificações do fabricante. No entanto, as reparações ao sistema de alta tensão só podem ser realizadas em empresas especializadas e oficinas devidamente equipadas. Antes de realizar qualquer trabalho no automóvel, o mecânico deve verificar se o sistema de alta tensão está realmente sem tensão, para que o trabalho possa ser realizado sem problemas. Regra geral: quem escolher visitar uma oficina especializada para uma futura manutenção pode ter a certeza de que todos os critérios necessários serão cumpridos.

Subscreva agora e esteja sempre um passo à frente

Receba regularmente notícias e atualizações sobre a mobilidade elétrica e o Lifestyle do ID.

O seu browser não é suportado!

Faça download de um browser mais recente aqui ou aqui.