O VW ID.3 em frente a um lado.
O VW ID.3 em frente a um lado.
O VW ID.3 em frente a um lado.
O VW ID.3 em frente a um lado.

Recorde de autonomia para o ID.3: de Zwickau até à Suíça com um único carregamento

Recorde de autonomia para o ID.3: de Zwickau até à Suíça com um único carregamento

Quando o potencial é grande temos de o aproveitar. Este é o princípio por detrás do conceito de hypermiling, que maximiza a autonomia de automóveis produzidos em série através de um estilo de condução particularmente eficiente. O profissional Felix Egolf demonstra, de forma impressionante, como a condução económica afeta o desempenho dos automóveis elétricos. Com o primeiro recorde de autonomia para o ID.3.

*Consumo de energia em kWh/100 km: 14,5 (combinado); emissões de CO₂ em g/km: 0

Um ID.3 supera-se

531 quilómetros sem parar com o ID.3 1ST Pro Performance1 totalmente elétrico, com bateria de 58 kWh, 204 cv e uma autonomia oficial de 420 quilómetros (WLTP): o recordista Felix Egolf adora desafios. Conseguiu conduzir o primeiro membro da família ID. em vias públicas e autoestradas, da fábrica de automóveis elétricos em Zwickau até Schaffhausen na Suíça, sem o recarregar uma única vez. Um acréscimo de autonomia superior a 100 quilómetros em relação ao valor WLTP oficial.

O automóvel parece tirado de um molde, é compacto e, no entanto, espaçoso, tem um design moderno, quase futurista, e oferece pouca resistência ao ar.
Felix Egolf
Após a sua chegada ao destino

Uma condução eficiente leva-nos mais longe

Para além da tecnologia, a eficiência é o fator mais importante na busca de autonomia. E esta é levada ao extremo quando falamos de hypermiling. Felix Egolf teve de levantar várias vezes o pé do acelerador, deixando o ID.3 "a velejar", e aproveitou o cone de aspiração dos camiões que seguiam à sua frente. Apesar dos 250 kg adicionais a bordo e dos sistemas de rádio, navegação, iluminação e ventilação ligados, foi possível reduzir o consumo de energia de uma média de 15,4 a 14,5 kWh/100 km para apenas 10,9 kWh/100 km.

Maior autonomia não só no dia a dia

Com uma duração de condução de aproximadamente 9 horas e uma velocidade média de 56 km/h, este recorde não pode ser comparado com as deslocações do dia a ida. No entanto, graças à sua potente bateria de alta tensão, o motor eficiente e a capacidade de carregamento rápido, o ID.3 não tem qualquer problema em fazer percursos mais longos.